Blog
0
Seu carrinho está vazio :(

Composteira Doméstica Rotativa Usare

04/05/2022 Dicas
47 visualizações

composteira domestica rotativa usare life ambientada

  Olá! Há algum tempo atrás fizemos um vídeo rápido sobre Composteira Rotativa da marca Usare, porém desde então surgiram outras dúvidas e perguntas, assim sendo, resolvemos fazer outro vídeo mais completo sobre este fantástico produto.
A composteira Usare é produzida em plástico reciclável com uma camada expessa para garantir seu uso por bons anos. Um ponto que gostamos de ressaltar é a informação que consta no manual sobre a capacidade. No manual consta com 70 litros, porém com o uso constatamos que na verdade é aproximadamente 55 litros.

 Um dos principais pontos que geram dúvidas é o local ideal para colocar a sua composteira, e é importante ressaltar que podes utilizar ela tanto em local fechado como em locais abertos, direto ao tempo, porém deve-se tomar um maior cuidado ao se utilizar dentro de um apartamento, pois por se tratar de dejetos orgânicos, poderá atrair moscas, mosquitos e dar um mau cheiro, e a existência de larvas no composto, o que é bem comum. Por isso opte por colocar em uma varanda ou até mesmo no jardim em contato com o gramado.

  Desde do seu lançamento até hoje, diversas melhorias foram feitas pelo fabricante. Destas podemos destacar principalmente os pontos de saída do chorume do reservatório que fica abaixo da composteira, pois anteriormente havia apenas um ponto de vazão, agora com a melhoria este ponto, quando colocado uma tampinha de borracha que acompanha a composteira, é possível fazer a retirada tanto na parte inferior, como também na lateral do reservatório, ficando assim, muito mais prático de retirar o chorume, lembrando que esse poderá ser utilizado como fertilizante para suas plantas. 

  A tampa da composteira possui um vedamento de borracha comprimível, evitando odores e insetos indesejados em excesso. 

tampa aberta composteira usare

  O processo de decomposição poderá liberar líquidos - o chorume, por isso a  composteira possui uma furação na parte inferior, protegida por uma rede interna, permitindo a drenagem de líquido enquanto mantém o conteúdo orgânico dentro da composteira e evita a entrada de insetos maiores e indesejados.

drenagem composteira usare   

  A base coletora que fica abaixo da composteira tem a função de coletar o líquido ou então deixá-lo escorrer direto ao solo, e você define isso de acordo com o local onde será usada. Quando a composteira for usada em área externa exposta à chuva, deve ser usada drenando o líquido ao solo.     

  base composteira usare

Para um processo de compostagem doméstico mais rápido, você precisará garantir que seu sistema de compostagem tenha a quantidade certa de ar. O fluxo de ar ideal pode ser alcançado certificando-se de que seus materiais estejam em pedaços pequenos (de preferência não maiores que a grossura de um dedo) e virando a pilha de compostagem regularmente. A aeração incentiva um ambiente aeróbio, o que ajuda a acelerar o processo de compostagem e reduzir odores. É aí que entra uma das características mais legais da Composteira Rotativa da Usare Life! A aeração é simples e prática, sem ter que usar uma pá ou a mão, sem bagunça e sem sujeira, bastando só girar a composteira! A grade cromada superior possui uma furação para permitir uma certa circulação de ar, essencial ao processo, mesmo quando a composteira está fechada, ainda assim, você deve girar manualmente sua composteira a cada 2 dias ou toda vez que acrescentar material.

  Mas por que ter uma composteira em casa? São diversos os fatores que justificam a utilização de uma composteira, dentre eles, contribuir com o meio ambiente diminuindo a produção de lixos orgânicos que poderiam ir para locais impróprios, mas que ao invés disso é possível fazer o seu próprio adubo orgânico. Além disso se tiver crianças, poderá utilizar a composteira para mostrar e ensinar como transformar aquelas cascas que iriam ser jogada no lixo em adubo!
  Ao iniciar o processo de compostagem deve-se seguir o princípio básico da compostagem obtendo assim o equilíbrio entre o Nitrogênio X Carbono. Isso ocorre, pois, materiais secos (marrons) são compostos que possuem uma quantidade menor de nitrogênio quando comparados com materiais verdes, e para obter o equilíbrio entre os dois é utilizado a proporção de cada composto. Lembrando que a composteira não é um reservatório apenas para colocar os lixos oriundos de material orgânico, mas sim um sistema que precisa ser trabalhado e conduzido para obter sucesso.


  A proporção ideal entre este material verde e o seco deverá ser sempre 3:1, ou seja, para cada pote cheio com cascas entre outros, deverá colocar na composteira mais 3 potes cheios de material seco, como folhas secas, papelão, etc. Este equilíbrio é fundamental para que ocorra a fermentação, aquecimento interno na composteira e lá na frente, seja produzido um adubo orgânico de boa qualidade. 

  Sempre que for repor a composteira, é necessário girar de 2 a 4 vezes, ou então se já estiver no período final de compostagem, a cada dois dias deverá girar nesta mesma frequência. Também é importante lembrar de colocar pedaços bem pequenos na composteira, seja isso de cascas ou papelão. Quanto menor a partícula mais rápido será o processo de compostagem.

  Mas quanto a pergunta mais comum, o que pode ser colocado na composteira? Vamos começar com os Verdes, fontes de matéria orgânica: Restos de frutas e legumes, cascas de ovos, borra de café e chá, podas de grama e folhas verdes. Já na classe dos Marrons, secos, temos as folhas secas em geral, serragem de madeira (sem produto químicos), encartes de papelão ou papel, sem muita tinta e sem cobertura plástica. Existem alguns materiais que requerem maior cuidado quanto a compostagem, como o caso de gravetos, espigas de milho, caroços de frutas, cascas de nozes e oleaginosas pois estes demoram mais tempo o processo de compostagem. Desta forma se recomenda fazer a quebra em menores pedaços. Quanto a alimentos cozidos, utilize apenas em pequenas quantidades devido ao excesso de sal e conservantes. Frutas cítricas e suas cascas podem ser utilizadas, porém em pequena quantidade, pois podem alterar o pH do solo e ou introduzir a inoculação de fungos como o penicillium. Cebola e aalvo também podem ser utilizados, porém em pequena quantidade, pois estes podem causar mau cheiro. Dentre os compostos que não podes de forma alguma colocar em sua composteira, estão: Carnes, dejetos animais, laticínios, gorduras, plantas doentes ou com pestes, plásticos, metais, ossos e resíduo humano. 


                materiais verdes composteira usaremateriais proibidos composteira usare

  E quanto ao cheiro, moscas e larvas? Infelizmente por se tratar de resíduos orgânicos é comum produzir cheiro e atrair moscas, mosquitos e com isso até gerar as larvas dentro do composto. Muitas larvas podem vir até mesmo pelos ovos que constam na casca de algumas frutas, como no caso da banana. Existem algumas dicas que ajudam a diminuir os mosquitos e moscas, como exemplo a serragem. Além disso ela absorve umidade e também diminui o cheiro. Além destes existe o produto EMBIOTIC que é um acelerador de Compostagem, ou seja, é um produto biológico que promove o aumento exponencial da atividade microbiana relacionada a fermentação dos resíduos orgânicos garantindo uma decomposição mais rápida e segura, além disso, reduz significativamente a formação de amônia, a perda de nitrogênio, odores indesejados e incidência de moscas. O resultado é uma compostagem mais rica em nutrientes e matéria orgânica em menor tempo.

  Para o controle de Larvas, pesquisando na internet encontramos um vídeo produzido pela Ecolabora, pelo especialista Bernardo Marquez, na qual trás uma receita de isca bem bacana para o controle das larvas. Sua receita leva 200 ml de Vinagre de Maça + 2 colheres de açúcar + 2 colheres de detergente neutro incolor. Coloque tudo em um pote, misture bem e deixe este pote dentro de sua composteira entre 2 a 3 dias. É importante não rotacionar ela neste período. Outra opção é utilizar o óleo de Neem, após diluído na água pulverizar dentro do composto a cada 7 dias.
Após cheia, continue girando a composteira durante 30 a 50 dias até ficar pronto, o que dependerá também das condições climáticas e tamanho dos pedaços de matéria colocados na composteira. (via de regra, quanto mais quente a temperatura e menores os pedaços colocados, melhor!)

  Feito tudo isso, chega a hora de esvaziar a composteira. Para isso utilize luvas e pá. O processo pode ser começado novamente do zero ou, se quiser acelerar o novo ciclo, deixe um pouco do composto anterior no tambor. Limpe a sua composteira apenas com água e sabão neutro. Para não haver este tempo de espera entre ciclos, o uso de outra composteira permite a coleta continua de material, enquanto uma enche, a outra estará terminando a decomposição.

  O processo de compostagem é de equilíbrio e atenção! Os resultados e tempo de compostagem vão variar de acordo com a matéria que você coloca dentro da sua composteira (tipo, proporção e tamanho), assim como com as condições climáticas. Lembre-se de trancar o fecho sempre e girar a sua composteira com frequência para misturar a matéria e acelerar o processo.
Ah, e calor vindo de dentro da sua composteira é um bom sinal!
Siga as dicas e ao final do processo você terá um adubo excelente para cultivar plantas e alimentos saudáveis, começando um novo ciclo sustentável de cuidado com você e com o planeta!

Agromania e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.